Indígenas da aldeia Xokó começam a ser vacinados contra Covid-19

Foto: Governo do Estado de Sergipe (Reprodução)

 A Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com a Fundação Nacional do Índio (Funai) de Alagoas, realizou nesta quinta-feira (21), a primeira fase da campanha de vacinação contra Covid-19 na aldeia Xokó, localizada no povoado Ilha de São Pedro, no município de Porto da Folha, Alto Sertão sergipano. Com um grupo prioritário de 260 índios, a tribo receberá as doses da Coronavac imunizando todas as pessoas acima de 18 anos. 

A aldeia teve seu primeiro caso de Covid-19 registrado em junho de 2020, e após a confirmação do fato foi orientado que todos da região fizessem o uso de máscaras como forma de evitar a propagação do vírus. Desde o início da pandemia foram registrados 32 casos e nenhum óbito foi confirmado pelo novo coronavírus na aldeia Xokó. 

A diretora de Atenção Primária à Saúde (APS), Flávia Diniz, representou a secretária de Estado da Saúde, Mércia Feitosa, neste momento histórico. “Sem dúvida é um momento muito especial, uma semana que vai ficar marcada na história a nível nacional e para Sergipe. É com muita alegria que vivenciamos esse fato na Tribo Xokó” enfatizou. 

Para a coordenadora de imunização da Prefeitura de Porto da Folha, Ayrla Ramatilha, o dia foi de muita expectativa. “Começamos as estratégias de acordo com a prioridade e a aldeia é uma delas, um povo histórico, com muita identidade e precisamos cuidar deles. É com grande emoção que vejo o ancião Manoel dos Santos, conhecido como ‘tio Santinho’, de 82 anos, receber a primeira dose da vacina”, pontuou.

Segundo Lucimário Apolônio Lima, o ‘Cacique Bá’, a aldeia passou por momentos difíceis, contudo com a chegada do imunizante a esperança se fortaleceu. “Graças a Deus recebemos essa notícia da vacinação com muita alegria. O povo Xokó está aliviado em saber que esse vírus será combatido isso nos fortalece, pois temos a certeza de dias melhores, mesmo com a imunização precisamos continuar seguindo os protocolos,” disse. 

“Estávamos ansiosos, sabemos que é o início de uma tranquilidade e paz, agradecemos a Deus pela saúde, somos gratos por sermos um dos primeiros a receber a tão sonhada vacina e temos que continuar a nos cuidar”, relatou o Pajé Jair Acácio dos Santos. 

A secretária municipal de saúde, de Porto da Folha, Creunice Vieira destaca a importância da chegada do imunizante e ressalta as estratégias que foram traçadas. “Dentro da aldeia existe uma equipe de epidemiologia que faz o monitoramento dos surtos de doenças que possam existir, os casos são comunicado ao município e promovemos o suporte necessário”, disse. 

De acordo com ela, a vacina traz esperança e poder acompanhar esse acontecimento de perto é acreditar que o vírus possa ser contido. “Um momento de muita alegria, essa realidade de hoje de vacinarmos os aldeados e profissionais da saúde é acreditar que podemos combater esse vírus, fico muito feliz e grata, estamos torcendo que chegue vacina suficiente para imunizar todos os profissionais e a população”, finaliza.

 

Informações do Governo do Estado de Sergipe

Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário