Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga completa 12 anos neste sábado (16)

Foto: Reprodução Redes Sociais Admiradores da Ciopac

Em 16 de maio de 2008 foi criado na Polícia Militar do Estado de Sergipe o Pelotão Especial de Policiamento em Áreas de Caatinga (PEPAC), com sede no Povoado Vaca Serrada, município de Porto da Folha/SE. Uma pequena unidade, mas com um enorme compromisso de combater a criminalidade que assolava o alto e médio sertão sergipano.

“Foi um começo muito difícil, pois não tínhamos o pleno conhecimento do terreno, onde muitas vezes ficávamos perdidos no labirinto de estradas vicinais que cortam toda a região em vários sentidos. Mas aos poucos fomos quebrando as barreiras e chegando em locais longínquos, onde passamos a ser a única presença estatal para aqueles sertanejos sofridos. Não demorou muito tempo e conquistamos a sapiência e a confiança do homem sertanejo, desbravando a região de caatinga e combatendo o roubo de gado, o tráfico de drogas, os crimes de pistolagem, e os roubos a bancos, crimes estes que assolavam toda a região”.





“Parecia um sonho, mas era real e o sertanejo passou a ter esperança de dias melhores, podendo trabalhar tranquilamente e promover o desenvolvimento da região. Vale ressaltar que todas as nossas ações sempre foram pautadas nos princípios de Honra, Lealdade, Disciplina e Respeito, virtudes inerentes aos Guerreiros de Caatinga, que não nos deixa trilhar pela corrupção do mundo, pelo contrário, nos une de forma coesa e nos dar o norte para vencermos todas as batalhas que virão, sempre juntos”.

“Agradeço a Deus e a todos os Guerreiros de Caatinga que fazem e fizeram parte da unidade nesses 12 anos de história da CIOPAC, em especial aos Guerreiros de Caatinga já falecidos (Cap. Oliveira, Sgt. Rodrigues, Sd Vinícius e Sd Genézio) os quais estão em outro plano ao lado do nosso criador”, concluiu o Capitão Fabrício, comandante da CIOPAC.


Informações da Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga



Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário