Justiça determina suspensão do processo de impeachment do prefeito Ednaldo da Farmácia

Foto: Ascom | Arquivo Site Jornal do Sertão

No último dia 31 de outubro de 2019, o Promotor de Justiça Emerson Oliveira Andrade pediu à Justiça a nulidade absoluta no julgamento realizado na Câmara de Vereadores do município de Canindé de São Francisco, região do Sertão de Sergipe. Segundo o promotor, houve erro no procedimento adotado pelo Poder Legislativo Municipal, além de ter ocorrido em votação secreta e não nominal, situação em que contrariam a legislação brasileira.

Na tarde da última terça-feira, 05 de novembro de 19, o juiz Sérgio Fortuna de Mendonça, da Comarca de Canindé de São Francisco, suspendeu o processo de impeachment do prefeito Ednaldo da Farmácia.

Com a decisão, Ednaldo retorna ao cargo de prefeito até que sejam adotadas as prescrições estabelecidas pelo Decreto-Lei 201/67.

A Câmara Municipal de Canindé de São Francisco tem o prazo de 15 dias para contestar a decisão.


Por Damião Feitosa do Jornal do Sertão
Jornalista DRT 5839/BA
Google Plus

1 comentários:

  1. meus amigos, agora eu que pergunto onde ficamos nós cidadãos? de braços cruzados e ver o mun ir novamente pro buraco, ate quando vamos ser covardes e abaixar a cabeça e achar que não mudamos nada...

    ResponderExcluir