Bombeiros promovem palestra sobre “Riscos de afogamento” para crianças em Canindé de São Francisco, Sergipe

Foto: Reprodução Secretaria de Segurança Pública do Estado de Sergipe

Na manhã desta quarta-feira (13), o comandante do Grupamento de Busca e Salvamento (GBS), tenente-coronel Hector Monteiro e o tenente Sinério dos Santos, guarda-vida e mergulhador do Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE), ministraram uma palestra sobre os riscos e cuidados com o meio líquido e fizeram um alerta sobre acidentes domésticos, para crianças da escola municipal Zumbi dos Palmares, no Museu de Arqueologia de Xingó (MAX), localizado no município de Canindé de São Francisco, Sergipe.

A palestra chamou a atenção dos alunos e professores que estiveram presentes no Museu, sobre os riscos com água em praias, rios, piscinas, açudes e como se prevenir para evitar futuros afogamentos e acidentes relacionados. Também foi passado noções básicas de primeiros socorros, segurança no lar e ações de combate aos riscos de incêndio.

“Sempre que estamos realizando alguns trabalhos, como limpeza de material ou esperando alguma programação, aproveitamos e pegamos algumas crianças que chegam dos ônibus para visitar o Museu e fazemos uma palestra rápida sobre os riscos de afogamento no meio líquido em geral. Aproveitamos a oportunidade para fazer um alerta sobre os riscos em acidentes domésticos. Com isso, nós trabalhamos primeiro com a prevenção, fazendo com que as crianças repassem para outras sobre o trabalho preventivo, e assim, consequentemente ajuda a diminuir os riscos de afogamentos e acidentes domésticos”, explica o tenente, Sinério dos Santos .

O objetivo da corporação é educar por meio de atividades recreativas e disseminar a prevenção de acidentes domésticos e cuidados básicos de primeiros socorros, tendo em vista que essas crianças levam essas informações para os familiares, tornando-se multiplicadores da fala dos bombeiros.

O tenente- coronel Carlos Alves, ressalta a importância dessas atividades. “Considerando que essas crianças estão em área de risco, uma vez que, segundo a estatística do CBMSE, grandes números dos afogamentos no estado de Sergipe, ocorrem nas aguas do rio de São Francisco, na região onde essas crianças residem”, completa o coronel.


Informações do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Sergipe
Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário