Marques José, autor do homicídio de “Claudinha”, é condenado a 14 anos de prisão

 

Foto: Arquivo do Site Jornal do Sertão | Momento da prisão
do suspeito

Marques José dos Santos conhecido como “Gaspar”, preso no dia 21 de agosto de 2020, por homicídio contra José Claudiano Nunes da Silva, conhecido como Claudinha, 26 anos na época do fato, recebeu pena de 14 anos de prisão em regime fechado.  

O crime foi praticado no dia 20 de agosto, em um local conhecido como Beira Rio. Após uma discussão, Marques teria desferido um soco na vítima que caiu de uma altura próxima a seis metros e evoluiu a óbito. 

Nossa equipe conversou com o Promotor de Justiça do município de Canindé de São Francisco, Sergipe, Drº Paulo José, que falou sobre o caso: “O fato ocorreu, eu ainda não estava no município, um crime bárbaro que comoveu toda a cidade, em dois mil e vinte, ela convivia com o Marques, tinha muito atrito, ele era usuário de drogas e em um certo dia eles estavam bebendo na beira do rio, acabaram tendo uma discussão os dois, trocaram socos, ele acabou acertando um soco nela, ela caiu, bateu a cabeça e acabou evoluindo a óbito. Ele não prestou os primeiros socorros e o corpo foi encontrado dias depois. Marques foi condenado por homicídio qualificado e recebeu uma pena de 14 anos”, concluiu.

 

Por Damião Feitosa

Jornalista DRT-0005839/BA

Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário