COLUNA HIGOR TRINDADE: ROGÉRIO X PT

 

Foto: Senador Rogério Carvalho | Reprodução

Depois do voto decisivo a favor do Orçamento Secreto, o senador petista Rogério Carvalho, acendeu no PT nacional uma luz amarela e muitos que confiavam nele, agora estão com o pé atrás.

A nota de repúdio do PT, assinada pela presidente Gleise Hoffmann, foi um recado direto para o senador Sergipano, de que ou ele obedece as diretrizes do partido ou pode ter problemas de cunho partidário.

Quem conhece Rogério sabe que ele não leva desaforo pra casa, com fama de brabo, o senador não gostou nada da nota do partido contra ele. Mas ficou em silêncio por orientação da assessoria, engoliu seco as alfinetadas da legenda que está filiado há tantos anos.

É claro que como tudo na política, pode ter uma carta na manga, caso haja impedimento na sua pré-candidatura ao governo. O PSB seria a legenda que abrigaria Rogério e boa parte do seu grupamento, mantendo assim o seu perfil ideológico progressista.

Analisando friamente, o senador não está nem aí para o PT, ele deseja mesmo ser governador do Estado, seja em qualquer partido, menos ligado ao presidente Bolsonaro (PL).


Siga o Jornalista Higor Trindade nas redes sociais: @higorgtrindade


A assessoria do Senador Rogério Carvalho, respondeu a Coluna Higor Trindade sobre o texto acima, informando que:

Conforme já esclarecido, o voto do parlamentar sobre as emendas RP 9 defendeu a institucionalidade do Senado Federal. Também foi coerente com o fato do senador Rogério Carvalho ser membro da mesa diretora da Casa.

O senador Rogério entende e respeita os valores da democracia, por isso, também todas as críticas e instâncias partidárias. Qualquer informação diferente desta configura-se como mera especulação.

Por fim, Rogério Carvalho é o pré-candidato ao governo de Sergipe pelo Partido dos Trabalhadores nas próximas eleições, com apoio do diretório estadual, da militância, do povo sergipano e do ex-presidente Lula. Juntos, Lula e Rogério, vão resgatar um projeto transformador, que irá retomar o desenvolvimento, a justiça social, a distribuição de renda e autoestima do Brasil e de Sergipe.

Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário