Ministério Público instaura procedimento para apurar as causas e efeitos de enchente no município de Canindé de São Francisco

 

Foto: Reprodução do Ministerio Público 

O Ministério Público de Sergipe, através do Promotor de Justiça de Canindé de São Francisco, Drº Paulo José, instaurou um procedimento visando apurar e acompanhar os efeitos prejudiciais da última enchente ocorrido no último sábado (27).

Segundo o Promotor de Justiça, Drº Paulo José, uma audiência com a Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Município e Secretarias Estadual e Municipal de Inclusão Social será designada para discutir a possibilidade de minimamente prevenir os efeitos de um novo alagamento.

Por outro lado, o Ministério Público também intermediará junto às Secretarias Municipal e Estadual de Inclusão Social medidas urgentes para cadastrar e ajudar às famílias mais vulneráveis que perderam muito com o dilúvio.

“Nas tragédias é preciso coordenação dos órgãos públicos e sociedade em geral para o mais rápido possível acalentar os mais necessitados, finalizou Drº Paulo José.

 

Por Damião Feitosa

Jornalista DRT-0005839/BA

Informações da Promotoria de Canindé de São Francisco, Sergipe

Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário