Sem diálogo com prefeitura, 42 pais de família podem ficar desempregados em Canindé de São Francisco

Foto: Arquivo Internet (Ilustração)

Cerca de 42 pais de família, Microempreendedores Individuais (MEIs), prestadores de serviço para o município de Canindé de São Francisco, Sergipe, podem ficar desempregados neste ano de 2021.

Nossa equipe foi procurada pelos prestadores de serviço, que informaram que no ano de 2019 tiveram dois contratos que não foram cumpridos devido à pandemia da Covid-19. O contrato de nº 089/2019 que recebeu um aditivo no mês de dezembro do mesmo ano e nenhum dos dois foi usufruído.

Ainda de acordo com os motoristas, o município não mantém contato, nem se posicionam ou se justificam se irão fazer uma nova licitação para o ano de 2021.

No ano de 2016, a prefeitura de Canindé de São Francisco gastava mensalmente por volta de 452 mil reais com serviços de transporte/rota escolar e após uma adaptação devido à crise financeira enfrentada pelo município contrataram as empresas locais, reduzindo a folha para um valor próximo a 292 mil/mês.

Os motoristas, residentes no município, relataram que durante o ano de 2019 sempre mantiveram seus veículos aptos a prestarem os serviços, com pagamentos de seguros, IPVA, manutenção preventiva e gastos com contabilidades.

Nossa equipe manteve contato com a assessoria de comunicação da prefeitura que não se manifestou sobre o assunto até o fechamento desta matéria.

 

Por Damião Feitosa

Jornalista DRT-0005839/BA

Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário