Rápida ação da Polícia de Caatinga localiza suspeito da morte de professor em Poço Redondo, Sergipe

Foto: Arquivo da Polícia Militar do Estado de Sergipe 

Na noite da sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021, o professor José Aribaldo de Campos Lima, 46 anos, foi assassinado no município de Poço Redondo, região do Sertão de Sergipe.

De acordo com a Secretaria da Educação, do Esporte e da Cultura do Estado de Sergipe, o professor lecionava português no Colégio Estadual Professora Josefa Marques.

Na noite do sábado (13), equipes da Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga (Ciopac), após receberem informações de onde estaria o suposto suspeito do homicídio, iniciou diligências no Bairro São José, em Poço Redondo.  

O suspeito foi encontrado e durante a ação policial, sacou uma arma de fogo efetuando disparos contra os agentes. Os policiais revidaram a injusta agressão com o intuito de neutralizar a ação criminosa e houve troca de tiros.

O suspeito identificado como Diego Bruno da Silva, 31 anos, conhecido como “Paulista” foi atingido e conduzido para o hospital do munícipio, ainda com vida, porém não resistiu aos ferimentos e evoluiu a óbito.

Com Diego foi apreendido um revólver Taurus calibre .38, com seis munições, sendo duas deflagradas, duas percutidas não deflagradas, duas intactas, uma faca peixeira, um aparelho celular Motorola e certa quantidade de substâncias análogas a maconha e cocaína.

De acordo com a polícia, Diego tem envolvimento com o tráfico de drogas e roubos na região e segundo as investigações, o suspeito teve participação efetiva na morte do professor Aribaldo, assassinado com requintes de crueldades a golpes de arma branca nas proximidades do Povoado Bom Sucesso.

A ocorrência foi encaminhada a Delegacia Plantonista de Nossa Senhora da Glória para que fossem realizados os procedimentos cabíveis.

 

Por Damião Feitosa

Jornalista DRT-0005839/BA

Informações da Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga

Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário