Coronavírus: Delegacias de Polícia Civil tem mudanças no atendimento ao público durante os próximos 15 dias

Foto: Ilustração da Internet | Polícia Civil do Estado de Sergipe

Na manhã desta quarta-feira, 18, a delegada-geral da Polícia Civil, Katarina Feitoza, reuniu os coordenadores das Delegacias da Capital e do Interior, além de chefes de todos os Departamentos, para discutir a elaboração da Portaria 04/2020, que disciplina o atendimento em todas as delegacias da capital e do interior do Estado para os próximos 15 dias.

Ficou definido que todas as unidades policiais farão atendimentos para casos considerados mais graves, a exemplo dos crimes de furtos de veículos, prisões em flagrantes, crimes da Lei Maria da Penha, roubos, sequestro e cárcere privado, homicídio, feminicídio, estupro, casos em que haja ação imediata da Polícia Civil por possibilidade de perecimento de provas, e outros casos que serão analisados pelo delegado de polícia.

Os crimes de menor potencial ofensivo, a exemplo de ameaça, injúria, calúnia, difamação, lesão corporal leve, entre outros, que geralmente são feitos na delegacia através de Termo Circunstanciado de Ocorrência e com trâmite nos Juizados Especiais Criminais, não terão prioridade e seus atendimentos serão suspensos e ou remarcados.

A população que precisar fazer um Boletim de Ocorrência de perda e ou furto de documentos, acidentes de trânsito sem vítima pode fazer o registro na Delegacia Virtual, por meio do site www.portalcidadao.ssp.se.gov.br.





De acordo com a delegada-geral, a ideia é diminuir a circulação de pessoas nas delegacias e a possibilidade de propagação do novo Coronavírus (Covid-19). “Precisamos proteger a população e nossos policiais que prestam um serviço essencial à sociedade sergipana. Desde a última sexta-feira, estamos tentando comprar álcool gel 70% para disponibilizar aos policiais em todas as delegacias da capital e do interior do Estado, mas o produto desapareceu do mercado”, destacou.

A delegada ressaltou que está tentando conseguir os produtos junto à Secretaria de Estado da Saúde.  A Portaria que restringe alguns serviços nas Delegacias de Polícia Civil segue as normas definidas pelo Decreto Estadual Nº 40.560. O documento regulamenta as medidas para enfrentamento da crise de saúde pública de importância internacional, nos termos da Lei Federal 13.979, de 06 de fevereiro de 2020.


Informações da Secretaria de Segurança Pública do Estado de Sergipe
Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário