Corpo de Bombeiros Militar divulga balanço de ocorrências atendidas durante transtornos provocados pelas chuvas que atingiram o Estado de Sergipe

Foto: Secretaria de Segurança Pública do Estado de Sergipe 

Em razão das fortes chuvas que atingiram o estado de Sergipe na última semana, o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE) divulgou nesta segunda-feira, 15, um balanço geral das ocorrências atendidas nos períodos entre 8 e 11 no mês de julho.

Desde a segunda-feira da semana passada até a noite deste domingo, 14, o Corpo de Bombeiros de Sergipe, por meio do telefone 193, recebeu um total de 53 chamadas pelas equipes que atuam no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP), relacionadas às fortes chuvas que atingiram Sergipe. Foram resgatados um total de 120 pessoas e 20 animais.

Eram esperados 200 milímetros de chuva para o mês de julho, isto em toda a região litorânea do estado. Na capital, o volume é quatro vezes maior do que o esperado para o período, o que provocou pontos de alagamento na cidade. Um dos locais mais afetados é o Bairro Jabotiana onde várias pessoas ficaram ilhadas devido ao transbordamento do Rio Poxim. Para atender às solicitações, a corporação reforçou o número de bombeiros trabalhando nos plantões diários.

O tenente-coronel Carlos Alves, faz um alerta as pessoas quanto as ocorrências relacionadas à chuva. “As chuvas trouxeram um efeito muito danoso às populações vulneráveis e o aconselhamento que o CBMSE dá a essa população que está sujeita aos efeitos indesejáveis das chuvas, é que elas primeiramente, uma vez que estejam ilhadas, procurem o Corpo de Bombeiros ou a Defesa Civil, nunca agir por conta própria, principalmente se tratando de idosos, crianças, mulheres gestantes e pessoas de estado de vulnerabilidade maior. Tomar cuidado com casas construídas à beira de encosta pois com o grande volume de água, esses terrenos ficam frágeis, podendo ocasionar deslizamento de terra. Também atentar para desligamento da energia elétrica nas casas tomadas pelas águas, pois com a energia ativa, pode gerar descarga elétrica”, ressalta.

A Defesa Civil Estadual informou, em boletim divulgado neste sábado, 13, que o número de pessoas desabrigadas passou de 809 para 913 em 14 municípios sergipanos. O município de Riachuelo é o que tem mais pessoas desabrigadas e decretou estado de calamidade pública por 30 dias. O número de desalojados é de 833 em 9 municípios. Além disso, Aracaju é a segunda cidade com mais pessoas nessa situação (220). Duas pessoas continuam desaparecidas nos municípios de Porto da Folha e Itaporanga e o CBMSE continua nas buscas.

Nesse período chuvoso as unidades militares do Corpo de Bombeiros estão em alerta máximo para atender da melhor forma possível a população sergipana. Emergências podem ser informadas ao Corpo de Bombeiros (193) ou à Defesa Civil (199). Moradores de imóveis que apresentarem problemas estruturais devem solicitar vistoria preventiva da Defesa Civil.

Doações

O CBMSE disponibilizou o Quartel do Comando Geral para receber doações de alimentos não perecíveis e de itens de higiene pessoal como fralda descartável (P,M,G), desodorante, absorvente, papel higiênico, escova de dente e creme dental. As doações podem ser entregues até a quarta-feira (17), em qualquer horário.


Fonte: CBM/SE
Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário