Carros são estacionados diante de rampas e impedem a passagem de cadeirantes; Os casos foram registrados na cidade de Canindé de São Francisco, Sergipe

Foto: Vídeo encaminhado a nossa equipe de reportagem | Morador da cidade
de Canindé de São Francisco, Sergipe

Em várias ruas da cidade de Canindé de São Francisco, região do Sertão de Sergipe, motoristas estacionam seus veículos impedindo o acesso de pedestres e cadeirantes no passeio público. Além de ser uma infração de trânsito, ações como esta provam o descaso e o desrespeito ao próximo. Nossa equipe de reportagem recebeu durante os últimos quinze dias vídeos e fotos de veículos, incluindo de servidores públicos, estacionados indevidamente.

O exemplo de um dos vídeos encaminhado a nossa equipe, registrado na Rua Dom Juvêncio de Brito, em frente a uma rampa de acessibilidade, na Praça Ananias Fernandes, centro da cidade, o cadeirante precisou da ajuda de populares que transitavam no momento para conseguir se locomover.

Nossa equipe entrou em contato com o Superintendente da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito, José Nixon Dias Matias, e conversamos a cerca de situações semelhantes que vem ocorrendo no município. O Superintendente nos informou que a SMTT vem realizando um trabalho dentro de suas limitações possíveis para punir os condutores que cometem as devidas infrações de trânsito, que a Superintendência ainda não tem a autonomia de multar, porém vem trabalhando em uma parceria com o 4º Batalhão de Polícia Militar do Estado de Sergipe e realizando as devidas multas a quem comete as infrações.

Entramos em contato também com o comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar do Estado de Sergipe, Tenente-Coronel Ianderson Coutinho, que nos informou que uma guarnição esteve no local e autuou o veiculo e que a Polícia Militar vem realizando um trabalho para garantir os direitos aos cidadãos, e casos semelhantes a estes, serão adotados as medidas cabíveis.

Alguns moradores conversaram com nossa equipe e nos informaram que esses casos são comuns e denunciam a prática inclusive de servidores públicos que estacionam os seus carros em vagas para idosos. Na última semana, um idoso, teve que estacionar o seu carro a uma distância muito grande dos bancos, familiares fizeram o deslocamento dele em uma cadeira, porque um cidadão estacionou o carro na vaga que por direito era do idoso”, finalizou a moradora.

Um dos veículos descrito nesta matéria, onde a guarnição da Polícia Militar foi acionada, é de propriedade de um funcionário da Câmara Municipal dos Vereadores do município.


Por Damião Feitosa do Jornal do Sertão
Jornalista DRT 5839/BA


Veja o vídeo encaminhado a nossa equipe de reportagem:


Google Plus

1 comentários:

  1. Um caderanote não ter o direito de usar a rampa pq tem um carro de um lego ou pq é caninde Onde as alturidades não tem moral pra nada até msm a SMTT que só é uma faça pra lavagem de dinheiro

    ResponderExcluir