Vereador continua construindo imóvel em área invadida na cidade de Canindé de São Francisco, Sergipe; A audiência foi remarcada por motivo de adequação de pauta

Foto: Terreno invadido por vereador em Canindé de São Francisco, Sergipe
| Damião Feitosa

Na manhã da última terça-feira, 08 de janeiro de 2019, nossa equipe de reportagem flagrou a continuidade da construção de um imóvel em um terreno que pertence a Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (COHIDRO), na rodovia estadual SE 230, invadido pelo vereador da cidade de Canindé de São Francisco, o senhor José Antônio dos Santos Silva (Partido Progressista), conhecido na cidade como Zé Caloi.

Mantivemos contato com a Assessória de Comunicação da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe, fomos informados que a Cohidro está com um processo em aberto na justiça tratando do caso.

O processo solicitado pela Cohidro é do ano de 2014, com data de julgamento no dia 10 de junho de 2015. A última audiência marcada para o dia 18 de dezembro de 2018 foi remarcada para o dia 28 de fevereiro de 2019 às 09h00min, o motivo segundo a movimentação do processo no Tribunal de Justiça de Sergipe é a adequação de pauta.

Foto: Terreno invadido por vereador em Canindé de São Francisco, Sergipe
| Damião Feitosa
Nossa equipe esteve na Promotoria de Justiça do município de Canindé de São Francisco na tarde da última quarta-feira, 09 de janeiro de 19, protocolando uma solicitação de resposta sobre o assunto. Fomos informados que o Promotor de Justiça do município, Emerson Oliveira Andrade, encontra-se em férias, quem o substitui é o Drº Raimundo Bispo Filho, da Promotoria de Justiça da cidade de Poço Redondo. Até o fechamento desta matéria não fomos informados sobre o posicionamento do MP.

Tentamos contato com o vereador envolvido, mas não obtivemos resposta.  

CASO SEMELHANTE:
Em junho de 2018, em uma quinta-feira (21), a Promotoria de Justiça da cidade de Canindé de São Francisco recebeu a denúncia de uma invasão a um terreno localizado nas proximidades do antigo cemitério do município, no bairro Beira Rio, pertencente à Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf). De imediato, o Promotor de Justiça Emerson Oliveira Andrade foi ao local averiguar a situação, encontrando dois cidadãos capinando a área pública de preservação ambiental, minutos após chegou o suposto proprietário do terreno, os três foram presos em flagrante pelo Promotor de Justiça por invadir uma área pública de preservação e por crime ambiental.


Por Damião Feitosa do Jornal do Sertão
Jornalista DRT 5839/BA
Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário