Conheça a história do juiz, cantor e autor Sergio Lucas

Foto: Sérgio Lucas
Sérgio Menezes Lucas, aracajuano, nasceu no Hospital e Maternidade Santa Isabel, no dia 02 de julho de 1965 é o primogênito entre os quatro filhos do casal formado pelo Coronel PM André Lucas e a professora Lucien Gomes Menezes Lucas. Formado em Direito na Universidade Federal de Sergipe e apaixonado pela música, Sérgio Lucas, como é conhecido popularmente, tem um imenso currículo e é querido por muitos no estado sergipano. Seu primeiro emprego foi como auxiliar administrativo, na Secretaria de Estado da Educação de Sergipe, foi aprovado em concursos públicos, virou servidor da Justiça do Trabalho e exerceu a magistratura no vizinho estado de Alagoas. Desde o ano de 1992 é Juiz de Direito, titular de uma das Varas de Família da capital Aracaju, no Estado de Sergipe.

No âmbito da música, todos os seus trabalhos musicais primam por poetizar fatos e sentimentos e laboram com extremo cuidado com o vernáculo pátrio. Os títulos e temáticas de suas obras são voltados à valorização e promoção da cultura sergipana e reconhecimento do Forró como um gênero maior e a nossa mais importante expressão sonora. Amante da música lançou três CDs autorais: BURAQUEIRO (2013), SARANDAIA (2015) e DE LÁ DO ARIBÉ (2017) que foi agraciado com o Troféu Sanfona de Ouro, o mais importante título do forró sergipano, como o melhor CD do ano. Entre os artistas que interpretam suas obras, sozinhos ou em coparticipação, destacam-se: Adelmário Coelho, Alberto Marcelino, Amorosa, Antônio Carlos Du Aracaju, Cidinha Du Aracaju, Correia do Oito Baixos, Danielzinho, Júnior Ritir, Marcos Benigno, Mayara Santana, Paulo Lobo, Pedro Kelman, Rogério, Rubens Lisboa, Sergival, Tamares, Vinícius Nejaim e Zeq Oliver. Premiado várias vezes, foi finalista e integrante dos Discos do Festival SESCANÇAO, em 2013 e 2015, também finalista dos Festivais APERIPÊ, da Fundação Aperipê e ALUMIAR, da Secretaria de Estado da Cultura de Sergipe. Também premiado no Projeto FORRÓ E ARTE (2015), Destaque Cultura Sergipe (2015) e Sanfona de Ouro (2016 e 2017).
Sérgio Lucas também é autor de poemas e textos, coautor em duas Antologias nominadas ENCONTRO DE ESCRITORES CANINDEENSES. Membro honorário da ALAS-Academia Literária do Amplo Sertão Sergipano e integrante do grupo organizador da fundação da Academia Capelense de Letras e Artes, além disso, é prefaciante dos livros BUSÍLIS, de autoria do Presidente da ALAS, Antônio Vasco, e A FESTA DO MASTRO DE CAPELA, das pesquisadoras Denilsa de Oliveira e Jizélia Marques.

Homenageado com o título de Cidadão honorário - título entregue a uma pessoa importante, por prestar favores que ajudem no desenvolvimento social local – nas cidades de Nossa Senhora da Glória, Capela, Canindé de São Francisco, Propriá e Porto da Folha/Sergipe. 

Por Damião Feitosa do Jornal do Sertão
Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário