Flávio José fala de seus 40 anos de sucesso com exclusividade ao Jornal do Sertão



Foto: Rede Social de Flávio José
Compositor, cantor e acordeonista paraibano, nascido na cidade de Monteiro, Flávio José Marcelino Remígio, começou a cantar e tocar ainda na infância, influenciado por grandes nomes da música nordestina, como Dominguinhos e Luiz Gonzaga.
Ao longo de sua carreira, iniciada nos anos 1970, gravou diversos LPs e CDs, firmando-se como um dos grandes nomes do forró nordestino.
Flávio José é um dos artistas mais autênticos da sua geração. Isso é fruto de sensibilidade, fidelidade, coerência e consistência artística representada pelo conjunto da sua obra. 

Com exclusividade, Flávio conversou com o JORNAL DO SERTÃO.

Flávio, você é um dos artistas mais autênticos da sua geração. Isso é fruto da sua sensibilidade, fidelidade, coerência e consistência artística representada pelo conjunto da sua obra. Quem são suas influências no forró? 
Flávio José: Minhas influências foram Luiz Gonzaga e Trio Nordestino. 

Você é da cidade de Monteiro, no Estado da Paraíba. É também uma das maiores expressões da música nordestina, do forró autêntico. O que passa na sua cabeça, ao fazer uma retrospectiva, lembrar do início da sua carreira e ter a convicção de que é um Nordestino que venceu na vida, graças e unicamente a seu esforço próprio? 

Flávio José: Valeu a pena tudo o que fiz pela autêntica música nordestina.

Você é intérprete de músicas tradicionais do forró pé-de-serra. O que você tem a dizer sobre a nova geração do forró? 

Flávio José: Sobre a nova geração, o que tenho a dizer é que vários talentos desistiram por falta de apoio e outros continuam tentando um espaço.

Você tem mais de quarenta anos de carreira. Desde o lançamento do seu primeiro disco “Só confio em tu”, em 1977, até o momento, muitos acontecimentos permearam sua caminhada. O que você destacaria nesses mais de quarenta anos de sucesso? 

Flávio José: Tenho muitas coisas que poderiam ser citadas, entre elas,  ter  conhecido Luiz Gonzaga, conviver em alguns shows com o Trio Nordestino; a minha amizade com Dominguinhos e uma legião de fãs que me acompanha durante esses anos. 
Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário